RSS
 

Etapas da Comunicação e Funções da Linguagem

por: Roberto Lazaro Silveira

Uma melhor compreensão das funções da linguagem requer conhecimento sobre as etapas da comunicação que não acontece somente quando gritamos, falamos, dialogamos ou textualizamos, ela se faz presente em todos os momentos.

Exercemos comunicações com nossos animais de estimação, amigos, com o jornal que lemos, gesticulando etc…

Os elementos da comunicação são:
a) emissor: é aquele que envia a mensagem (pode ser uma única pessoa ou um grupo de pessoas);
b) mensagem – é o contéudo (assunto) das informações que ora são transmitidas;
c) receptor: é aquele a quem a mensagem é endereçada (um indivíduo ou um grupo), também conhecido como destinatário;
d) canal de comunicação: é o meio pelo qual a mensagem é transmitida;
e) código: é o conjunto de signos e de regras de combinação desses signos utilizado para elaborar a mensagem: o emissor codifica aquilo que o receptor irá decodificar;
f) contexto: é o objeto ou a situação a que a mensagem se refere.

Jakobson elaborou estudos acerca das funções da linguagem partindo das seus etapas acima criando seis funções:
1. Função referencial: referente é o objeto ou situação de que a mensagem trata. A função referencial privilegia justamente o referente da mensagem, buscando transmitir informações objetivas sobre ele. Essa função predomina nos textos de caráter científico e é privilegiado nos textos jornalísticos.

2. Função emotiva: através dessa função, o emissor imprime no texto as marcas de sua atitude pessoal: emoções, avaliações, opiniões. O leitor sente no texto a presença do emissor.

3. Função conativa: essa função procura organizar o texto de forma a que se imponha sobre o receptor da mensagem, persuadindo-o, seduzindo-o. Nas mensagens em que predomina essa função, busca-se envolver o leitor com o conteúdo transmitido, levando-o a adotar este ou aquele comportamento.

4.Função fática: a palavra fático significa “ruído, rumor”. Foi utilizada inicialmente para designar certas formas que se usam para chamar a atenção (ruídos como psiu, ahn, ei). Essa função ocorre quando a mensagem se orienta sobre o canal de comunicação ou contato, buscando verificar e fortalecer sua eficiência.

5. Função metalinguística: quando a linguagem se volta sobre si mesma, transformando-se em seu próprio referente, ocorre a função metalinguística.

6. Função poética: quando a mensagem é elaborada de forma inovadora e imprevista, utilizando combinações sonoras ou rítmicas, jogos de imagem ou de ideias, temos a manifestação da função poética da linguagem. Essa função é capaz de despertar no leitor prazer estético e surpresa. É explorado na poesia e em textos publicitários.

São funções presentes em conjunto, no entanto, podemos notar que alguma será mais evidente e como conseguencia podemos identificar a principal finalidade do texto.

 

Faça seu comentário

 

 
  1. Rosângela Sorgetz

    10/06/2014 at 12:58

    Muito bom este site. Abrange muitos assuntos. Nos como estudantes é muito importante ter acesso a uma linguagem mais fácil. Valeu!