RSS
 

Terapia de Casal

por: Roberto Lazaro Silveira

O primeiro passo para melhorar o relacionamento é a decisão, ou seja, quando o casal decide procurar ajuda está caminhando rumo á solução para os seus problemas no relacionamento. No momento em que inicia-se o processo de apoio terapêutico o psicólogo caminhará junto com o casal rumo ao objetivo.

No momento de crise o casal acaba se distanciando e deixando de lado o diálogo que é fundamental para um bom relacionamento, a comunicação torna-se tensa e difícil de ser conduzida.

Momentos difíceis não sinalizam o fim do amor, da admiração ou o término do relacionamento. Eles têm a função de sinalizar para o casal que algo está precisando ser reformulado, é necessário mudar, abrir mão, renunciar a algo menor para manter o relacionamento.

A distância entre os pares pode ser cinalizada com a elevação da voz durante as discussões, pois, geralmente se grita para quem está longe…. O silêncio indica uma distância ainda maior, pois, estão tão longe que nem mesmo a voz alcança, mesmo que no máximo de sua potência.

Deve-se perdoar e esquecer…. diante de uma crise uma das partes fica com medo das conseqüências futuras e procura fazer as pazes com o outro sem tocar no motivo da discórdia, ou sem chegar a um entendimento sobre o ocorrido, o problema não é resolvido, ele apenas é deixado de lado.

Caso não ocorra o perdão e o exclarecimento sobre os motivos do desentendimento assim como o arrependimento – mudança das ações – o fato continuará sendo prejudicial ao casal, porque quando houver um novo desentendimento, as questões antigas serão trazidas a tona e a situação poderá agravar-se.

Se nas primeiras crises ou desentendimentos o casal procurar alguém para auxiliá-los, os problemas de convivência ou o fim do relacionamento poderão ser evitados.

A função do terapeuta de casal não é dar palpites ou conselhos na vida das pessoas, mas sim identificar qual é o tipo de comunicação que prevalece no relaciomento, o que une o casal e principalmente como é a forma que ambos utilizam para expressar o afeto.

A terapia de casal tem como objetivos melhorar a comunicação, desenvolver habilidades para solucionar problemas, mudar padrões de comportamento destrutivos, aliviar as dificuldades na cama e, principalmente, reavaliar as crenças sobre o relacionamento.

Infelizmente, apesar da divulgação e da comprovada eficácia da técnica, muitos casais mostram-se resistentes na hora de procurar esse tipo de tratamento. O primeiro motivo de resistência, é ter que admitir que algo está errado, depois há a dificuldade de aceitar a interferência de uma terceira pessoa na relação, o receio do que os colegas e familiares irão falar, a resistência dos homens em falar sobre a sua intimidade e a insegurança com relação ao destino do relacionamento após o processo.

Se o seu parceiro é muito resistente e jamais irá aceitar a terapia como forma de reformular o relacionamento, o fato de somente uma das partes do casal procurar um profissional é capaz de surtir efeitos positivos no relacionamento.

Converse com o seu parceiro sobre a terapia e procure o auxílio de um profissional para evitar que as questões cotidianas, o acúmulo de mágoas, a falta de diálogo e o excesso de rotina levem a um desgaste irreversível do relacionamento.

 

Faça seu comentário

 

 
  1. Carmem Silvia

    05/03/2011 at 10:14

    Este artigo me foi muito esclarecedor pois estava a procura de ajuda.

     
  2. Chuck

    14/10/2012 at 19:46

    Eu e minha Joann nos sentimos aproximados depois das dicas que vimos aqui, estamos juntos por 10 anos e felizes.

     
  3. Talita

    14/10/2012 at 19:49

    Eu e Thamires nos amamos e estamos acatando os conselhos e estamos brigando menos. Te amo.